Bitcoin. O que é Bitcoin? O que não é Bitcoin? Entenda o que é Bitcoin!

Bitcoin. O que é Bitcoin? O que não é Bitcoin? Entenda o que é Bitcoin!

“O Bitcoin está para o dinheiro assim como o email está para a carta.” Com a criação em 2009, milhares de pessoas ao redor do mundo despertaram para esta tecnologia, que está revolucionando o mercado financeiro. No entanto, há muito desconhecimento sobre o que de fato é Bitcoin e como ele funciona.

Por isso, a melhor maneira para entender de fato o que é Bitcoin, é entender o que não é Bitcoin.

1. Bitcoin não é um investimento

Ao contrário do que muita pessoas pensam, moedas digitais não são uma forma de investimento, e sim especulação. Devido à alta volatilidade, muitas pessoas veem nisso uma oportunidade de multiplicar seu dinheiro, o que não deixa de ser verdade. Da mesma forma que alguém pode multiplicar seu dinheiro, ele pode perder tudo, basta que a cotação despenque.

2. Não é um esquema de pirâmide

Quando escutam a palavra criptomoeda, algumas pessoas associam a esquemas Ponzi, as conhecidas pirâmides. Isso porque pessoas mal intencionadas viram na criptomoeda uma oportunidade de aplicar golpes no mercado, arrebanhando dezenas de pessoas com a proposta de ganho fácil e rápido.

Como já dizia o renomado economista, Milton Friedman, “Não existe almoço grátis”, ou seja: não existe ganho fácil. Se alguém lhe abordar com propostas de ganho fácil, desconfie, provavelmente trata-se de um esquema de pirâmide ou algum outro golpe, usando o Bitcoin como bode expiatório.

3. Não é propriamente uma moeda

Podemos dizer que a criptomoeda não pode ser considerado uma moeda. Bitcoin é um ativo digital no qual os usuários podem efetuar e receber pagamentos nas compras online. Não é considerado como uma unidade de valor e ainda não é um bom mecanismo de proteção contra oscilação do mercado financeiro.

4. Bitcoin Não é anônimo

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, moedas digitais não são anônimas. Independentemente da natureza de pseudônimos do Bitcoin, requisitos regulatórios de diversas jurisdições exigem que os usuários se identifiquem para que possam utilizar os serviços.

5. As transações não são anônimas

O Bitcoin é comumente descrito como uma rede anônima de pagamentos, mas na realidade, funciona sob pseudônimos: todas as transações com Bitcoins são públicas e rastreáveis na cadeia de blocos, mas sem a identidade da pessoa estar visível e anexa ao histórico de transações.

Trocando em miúdos: É possível rastrear todas as transações, no Blockchain. O Blockchain é a tecnologia por trás do Bitcoin e funciona como um livro caixa, no qual são registradas todas as transações. Portanto, as transações são públicas e qualquer pessoa pode ter acesso para consulta online.

6. Não é uma fraude

A criptomoeda foi desenvolvido para ser usado como uma moeda digital para que as pessoas possam ter total poder sobre seu dinheiro, passando a ser o seu próprio banco.

Dessa forma, ficam livres das estruturas governamentais, tais como bancos, bancos centrais e governos. Com o Bitcoin o usuário não pagam taxas abusivas, e detém o controle total de suas transações, pois ele mesmo é o seu próprio banco. Podemos afirmar que o Bitcoin não é uma fraude, pessoas usam o Bitcoin para aplicar golpes. Fique ligado!

7. Não é controlado por nenhuma instituição financeira, governos ou empresas privadas

Diferente da moedas fiat, aquelas impressas pelos bancos, tais como Dólar, Euro e Real, a criptomoedas não são emitidos nem controlado por nenhuma entidade governamental ou bancos.

Por isso é correto afirmar que a moeda digital é um ativo descentralizado, ou seja, não é controlado por ninguém. Ele circula numa rede descentralizada de internet, conhecida como P2P, Peer-to-peer, ou seja: pessoa-a-pessoa.

8. Não é uma bolha

Uma bolha é definida como uma situação em que o valor de um ativo desvia do seu valor intrínseco, sem justificativa fundamental ou por uma distorção no mercado.

O preço pode ter sofrido muitas variações, mas existem sim motivos fundamentais para o valor da criptomoeda.

O fato é, o Bitcoin está melhorando, o mercado de criptomoedas tem melhorado, e a recente baixa não é relevante para concluir que se trata de uma bolha.

9. Não é possível ter cashback

Em pagamentos realizados com criptomoedas não é possível ter cashback, ou seja, após o envio de qualquer soma de moedas você não pode receber o dinheiro de volta em caso de erro por exemplo. Uma vez enviado para uma carteira, enviado está. Por isso, ao enviar qualquer criptomoeda para outras pessoas, tenha certeza de que o endereço de destino esteja correto conforme informado.

Rodrigo Henrik

Digital Entrepreneur, Cryptocurrency Investor, Cryptocurrency Enthusiast, Bitcoin Lover and Coffee Maker.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.